?

Log in

Clube do Dorama
Recent Entries 
13th-Sep-2011 11:18 pm - My Princess
monica lisa
My Princess
 
Elenco:
Kim Tae Hee como Lee Seol
Song Seung Hun como Park Hae Young
Ryu Soo Young como Professor Nam Jung Woo
Park Ye Jin como Oh Yoon Joo

Sinopse:
Lee Seol foi criada por seus pais adotivos e, de repente, descobre que é a filha do príncipe da Coreia. Enquanto o Presidente do Grupo DaeHan faz de tudo para restaurar a família imperial, muitas outras pessoas não têm o menor interesse nisso. Park Hae Young não quer que Lee Seol se torne a princesa, pois ele perderá toda sua herança. Oh Yoon Joo  também fará de tudo para que a princesa perca seu trono. Apenas seu professor está verdadeiramente ao seu lado. Alguém conseguirá vencer a persistência da princesa e a vontade do povo?
 
Opinião:
Dorama leve, para relaxar, apesar de ter alguns momentos tristes. É quase um clássico da Disney, só que não tão clássico assim, já que se trata de uma monarquia asiática =P. A leveza se dá por conta dos vários momentos engraçados vividos pela nossa “louca” princesa. Para suspiros masculinos, temos a linda Kim Tae Hee. Para os suspiros femininos, temos os gatíssimos Song Seung Hun e Ryu Soo Young.
 
Personagens:
Lee Seol: nossa princesa é adoravelmente cabeça de vento. Romântica, delirante e linda. Lee Seol faz bicos, trabalha e faz faculdade, mas não presta atenção em nenhuma aula, porque passa o tempo todo se imaginando no Egito com seu lindo professor Nam. Mas a vida dela muda radicalmente depois de descobrir que é a princesa.
 
Park Hae Young: o lindo diplomata do governo, herdeiro de toda a fortuna do Grupo Dae Han, é elegante, egoísta e rico. Mas até que é um cara legal, pelo menos logo no comecinho. O problema é quando ele vê toda sua herança escorregando por suas mãos porque seu avô decide doar tudo para a família imperial. E é aí que o egoísmo dele dá as caras (até ele descobrir algumas verdades e desistir de ser malvado).
 
Professor Nam Jung Woo: doce, atraente e inteligente, nosso lindo professor é mais um daqueles mocinhos perfeitos que sempre fazem merda na vida. O amor de sua vida é Yoon Joo e, como sempre, bonzinho só se fode... Mas ele acredita na restauração da família real, como historiador, e é ele quem fica do lado da nossa princesa o tempo todo.
 
Oh Yoon Joo: a jovem e eficiente diretora do Museu HaeYoung é uma mulher, eu diria, fominha. Ela tem na palma da sua mão dois lindos homens: Professor Nam, seu primeiro amor, e HaeYoung. Não contente com isso, ela também é má e dissimulada. Não vai tornar a vida da nossa princessa fácil, não. Muito pelo contrário, irá armar de tudo para que o trono não seja dela e nem de ninguém. Em tempo, eu acho a atriz muito feia... kkkk
 
Outros personagens:
Lee Dan, a irmã da princesa: assim com Lee Seol, Lee Dan é adotada. Mas parece que desde a época do orfanato ela sentia inveja de sua irmã. Imaginem quando Lee Seol vira a princesa! Eu gosto dessas vilãs super emocionais e nada racionais, porque é muito óbvio que elas vão se arrepender de todo o mal (e, na minha torcida, vão se ferrar bonito um dia). O problema é que Lee Dan é doida. Ela competia com Lee Seol pelo amor da própria mãe. Isso é muito doentio pra mim.
A mãe da princesa: destaque para a atriz Im Ye Jin. Ela foi destinada a ser mãe de princesas, desde Goong... hehe
Lee Geon: nosso adorável chef que chamava a princesa de noona. Acho que ele merecia mais destaque. Ponto alto: a cena em que ele tem que fingir que é a princesa dormindo.
Shin Mi So, a fiel guarda da princesa: ela fez Pasta e, sinceramente, não prestei atenção nele naquele dorama (nem no dorama em si, porque não é muito bom mesmo). Mas em My Princess ela me cativou, porque era uma das poucas naquele palácio que defendia verdadeiramente a princesa.
 
Decepção: o final do dorama.
 
Comentários da minha pessoa:
-->ATENÇÃO! CONTÉM SPOILERS! NÃO LEIA SE VOCÊ FOR DO TIPO QUE NÃO GOSTA DE ESTRAGA-SURPRESAS<--
  1. Que final cármico, meu Deus! Yoon Joo se tornou professora da Lee Seol! É um ciclo sem fim da discórdia entre essas duas! Que pesadelo!
  2. E como, pelas barbas de Merlin, aquele homem PERFEITO que é o professor Nam mantém as esperanças em uma vadia como a Yoon Joo??? Sério, ele era perfeito demais – sabia que tinha algum defeito! Aquela praga daquela mulher é o maior defeito que um homem pode ter!
  3. Por que Park Hae Young tem que ser culpado pelos erros do pai? E por que tem que ser punido por amar uma mulher? Não entendo essas coisas...
  4. Mais uma vez, o dilema desnecessário: “fico ou não fico com ele?”. Ele não matou seu pai!
  5. Eu não sei muito sobre história coreana, né? Mas alguém me diga: realmente o Presidente da República continuou Presidente na Monarquia?! Achei isso, no mínimo, esquisito...
  6. E como assim o final é daquele jeito? Como diz a betabep , odeio finais “fica para sua imaginação”. O que eu devo pensar? Ela largou tudo para ficar com ele? Ou ela só “tirou umas férias” da vida de princesa pra ficar com ele? É difícil demais, pra mim, acreditar que uma mulher tenha que largar tudo para ficar com um homem. Inconcebível. Então fico com minha segunda opção: ela só fez uma pequena viagem com seu amado e, dentro de um mês, estará de volta para cumprir sua agenda de princesa. Que tal? Acho bem melhor assim...
Observação final, sem compromisso: Alguém viu Iris? A Tae Hee não é fantástica? Ela era uma agente osso duro de roer e, do nada, vira uma louca princesa... Parece até conto de fadas =P
10th-Sep-2011 12:11 pm - Capital Scandal
Coffee Prince
Capital Scandal

Elenco:
Kang Ji Hwan como Sun Woo Wan
Han Ji Min como Na Yeo Kyung
Han Go Eun como Cha Song Joo
Ryu Jin como Lee Su Hyun

Sinopse: Esse dorama se passa na década de 30, quando a Coreia era dominada pelo Japão. A professora Na Yeo Kyung é a dona de uma livraria e é também uma ativista do movimento de independência. Sun Woo Wan é o playboy de família rica que acaba se envolvendo com a professora por causa de uma aposta feita com seus coleghas de trabalho da revista Chirashi. Lee Su Hyun é o sério detetive coreano da polícia japonesa, cujo passado é envolvido com Sun Woo Wan e é um mistério. Cha Song Joo é uma famosa cortesã de um bordel de alta classe, envolvida no movimento de independência.

Opinião: Esse dorama entrou em 1° lugar, empatado com Coffee Prince, na minha lista pessoal de melhores doramas. Estou apaixonada e, agora que terminou, sinto aquele vazio que a Beta sempre fala... quero mais!
Cada personagem desse dorama é cativante.

O adorável playboy Sun Woo Wan: bonito, charmoso, rico e mulherengo. Tudo que ele quer é viver sem maiores preocupações. É o principal reporter da revista de escândalos Chirashi e mora no prostíbulo da capital, já que não suporta viver em sua casa, aguentando aquela madrasta mala (veja bem, ela não é exatamente má... só chata mesmo). Mas – elemento indispensável de todo bom dorama – é um personagem que possui um passado doloroso com a morte do irmão. É lindo ver a evolução desse personagem, como ele vai se transformando aos poucos e descobrindo suas motivações interiores para viver (graças ao amor... ah, o amor... <3).

Nossa querida baixinha Professora Na Yeo Kyung, mais conhecida como Jo Ma Ja (a última mulher Chosun): baixinha, teimosa, mal vestida e inocente. A professorinha é envolvida em atividades da luta pela independência e é suspeita de propagar ideologias anti-japão aos seus alunos no Harmony Hall. Seu pai morreu envolvido em ações pela independência e seu sonho é ver seu país livre. Muito séria com seus princípios (e às vezes até radical, do meu ponto de vista), aos poucos ela vai ficando mais suave e mostrando seu lado fofo – tudo graças ao nosso amado Sun Woo Wan, claro! Aliás, que relacionamento empacado eles tiveram! Hsiahshahaishaish Dava nos nervos às vezes! Mas todos os momentos dos dois foram extremamente fofos! ^_^

A “gueixa coreana” mais famosa da capital Cha Song Joo: linda, admirada, forte e misteriosa. Essa é a nossa prostituta (ou cortesã, como chamam) favorita! Hehehe... Ela é minha ídola! Passou por muitas dificuldades, desde que foi vendida para essa vida de infortúnios da prostituição, mas aproveitou-se disso e ficou famosa. No começo, temos a sensação de que não vamos gostar dela... mas rapidamente isso muda! Em pouco tempo ela nos conquista com sua sabedoria e bom senso (afinal, só ela mesmo pra empurrar o playboy pra professorinha tão bem! Hahahaha). Mas não é só isso. Nossa diva também é envolvida com o movimento pela libertação da Coreia e nos surpreende em vários momentos.

O frio e misterioso oficial da polícia Lee Su Hyun: duro, sério, inteligente e calmo. Desde o começo eu tinha uma sensação estranha: por que eu gosto tanto de um personagem que está do lado dos japoneses? Rá, mas não é bem assim. Ele é carismático mesmo, mas ele também tem um passado misterioso envolvendo a morte do irmão de Sun Woo Wan. Por trás de toda aquela pose de durão, existe muito mistério e fica difícil saber quem ele realmente é, no final das contas. Mas a história vai se desenvolvendo e as coisas vão ficando mais claras com os flashbacks... e aí, bem, você passa a saber melhor quem ele é... =P

Os adoráveis membros da Chirashi: aaahh como não amá-los? Eles garantem as boas gargalhadas do dorama e deixam a história da independência mais leve. É graças a aposta deles, aliás, que Sun Woo Wan é obrigado a se envolver com a professora... :) os três são fantásticos!

Os vilões:
Os oficiais de polícia Yamashita e Kang Gu. Credo! Que nojo que eu tinha toda vez que o Kang Gu aparecia! Aiii... mas é difícil saber qual dos dois é mais malvado. Kang Gu é um personagem extremamente complexado e Yamashita é malvado sem propósito algum. É mau porque é mau (nesse caso, é mau porque é japonês e odeia o povo Chosun).

Outros:
Mamoru Ueda: o comandante da polícia japonesa na capital da Coreia é um submisso à esposa. Não está ligando muito para o andamento das investigações da polícia, quando deveria e muito se preocupar. Hahahahah... É divertido ver como esse ator é capaz de fazer vários personagens diferentes em outros doramas e não ser parecido com nenhum.
Sachiko Ueda: a esposa do comandante. Louca, completamente louca. É alienada e só se importa se está entediada ou não na capital. Vive pedindo festas, enquanto tudo está um caos, e ainda quer escrever sua magnífica autobiografia, onde, aparentemente, nasceu de um ovo. Hsaiuhsiahsia... essa atriz também é incrível! A loucura dela nesse dorama é muito diferente da loucura de sua personagem em Bad Guy! Maravilhosa!
Young Ran: a meiga e jovem prostituta do Miyeong Bin Parlour. Ela é tão fofinha... gostei tanto quando ela começou a estudar com a Na Yeo Kyung... mas senti falta de um final pra ela... =/
In Ho: o pobre rapaz estudante que queria rever sua irmã, vendida para a prostituição no Norte. Puxa, gostei muito desse personagem... a eterna luta contra ele mesmo! Oh, tão fofinho.

Figurino: IMPECÁVEL! Nossa linda Song Joo sempre elegante. Os rapazes da Chirashi e Sun Woo Wan, sempre com seus ternos multi coloridos! O que seria desse dorama sem as roupas desses rapazes? É uma alegria à parte ver Sae Gi e seus ternos cor-de-rosa! Lol Ah... e o sempre elegantérrimo Su Hyun com seus ternos chiques e em tons escuros! Só não podemos falar da Jo Ma Ja, afinal ela praticamente usou aquela saia preta e blusa branca o dorama inteiro =(

Trilha sonora: MARAVILHOSA!

E tenho dito! Dorama mais que recomendável! Por favor, assistam!
Para as meninas, temos romance e comédia.
Para os meninos, temos perseguições, ataques terroristas e armas.

Abaixo, um MV que mostra bem como é o dorama... ^_ ^


9th-Jan-2011 10:32 pm - Testando
Coffee Prince
asdfsdjjgose
mçdfjapfjpaojfpajm çklajdfja fçafçdif çlafçoi oienmv~sio olfirjd okfijrf mjfpppkf ldkfhiv kdiekkkkcisla qoiepqufnç~l vbxmzxm,alçdjfueu ndnshdhfjfkri tgqtpqofjdoso0w kcieokko lsopghfipsj.

jfhdhajsdhlhsf
língua estranha essa que usei pra testar, não?
This page was loaded Mar 24th 2017, 2:08 pm GMT.